Jornalismo

Escolaridade incompleta barra a vaga de empregos às pessoas, diz gerente em Cascavel

Escolaridade incompleta barra a vaga de empregos às pessoas, diz gerente em Cascavel

contato radiocolmeia

julho 20th, 2018

0 Comments

Escolaridade incompleta barra a vaga de empregos às pessoas, diz gerente em Cascavel
“É preciso sair da zona de conforto e voltar a estudar”. Essa é a palavra da gerente da Agência do Trabalhador, Marlene Crivellari, em Cascavel.
Encontrar um emprego no Paraná tem sido uma tarefa difícil em tempos de recessão econômica. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, quatro em cada 10 paranaenses estão fora do mercado de trabalho.
Outro agravante é que muitos até desistiram de procurarem uma oportunidade. De acordo com o levantamento divulgado trimestralmente pelo IBGE, a taxa de participação na força de trabalho no primeiro trimestre de 2018 (dado mais recente) era de 64,3%, com 5,98 milhões de paranaenses na força de trabalho. Essa taxa é o percentual de pessoas na força de trabalho em relação às pessoas em idade de trabalhar (14 anos ou mais de idade).
Em Cascavel, a falta de escolaridade mínima está fazendo com que muitos trabalhadores percam a chance de adentrar ao mercado de trabalho. Ouça as informações da gerente da Agência do Tabalhador de Cascavel, Marlene Crivelari.

O frigorífico da Globoaves vai contratar até 350 pessoas durante o mês de agosto. São 150 novas vagas somadas ao fluxo normal de contratações, que é de cerca de 200 funcionários ao mês.
As vagas são destinadas ao trabalho de corte de carne, com exigências europeias.

Marlene Crivelari, gerente da Agência do Trabalhador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por :