Jornalismo

Beto Richa é novamente preso em Curitiba

Beto Richa é novamente preso em Curitiba

contato radiocolmeia

janeiro 25th, 2019

0 Comments

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi preso nesta sexta-feira (25) em seu apartamento em Curitiba por volta das 7h.
Além de Beto Richa, também é alvo de prisão Dirceu Pupo Ferreria, contador da ex-primeira dama Fernanda Richa.
As prisões foram decretadas pelo juiz Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba.
O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF) em um desdobramento da Operação Integração – que foi uma fase da Lava Jato, que investigou as concessões de rodovias do Paraná, as quais Richa teria movimentado R$ 55 Milhões em propinas.
Beto Richa é suspeito pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Prisão em 2018

No Ano passado o Beto Richa foi preso pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em Curitiba.
No dia 11 de setembro, eu ex-governador foi detido em uma ação realizada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR), e outra da Polícia Federal (PF), em uma etapa da Lava Jato, em que foi alvo de busca e apreensão.
Na época também foram presos Fernanda Richa, esposa de Beto, Deonilson Roldo, ex-chefe de gabinete do ex-governador, e mais 12 investigados pelo esquema de superfaturamento e
contratos para manutenção de estradas rurais para o pagamento de propina para agentes públicos.
A investigação do Gaeco era sobre o programa do governo estadual Patrulha do Campo, que faz a manutenção das estradas rurais. A operação foi batizada de “Rádio Patrulha”.
De acordo com o MP-PR, apurava-se o pagamento de propina a agentes públicos, direcionamento de licitações de empresas, lavagem de dinheiro e obstrução da Justiça.
Beto Richa foi solto quatro dias depois após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 5 =

Desenvolvido por :