Jornalismo

Paranhos assina convênios de R$ 8,5 milhões com Governo do Estado

Paranhos assina convênios de R$ 8,5 milhões com Governo do Estado

contato radiocolmeia

setembro 19th, 2017

0 Comments

R$ 7,5 milhões serão destinados para a revitalização da Avenida Tito Muffato

Durante evento no Palácio Iguaçu em Curitiba no fim da manhã desta terça-feira (19), o prefeito Paranhos, acompanhado do deputado Adelino Ribeiro, assinou convênios com o Governo do Estado para o repasse de recursos que somados chegam a R$ 8,5 milhões.
Do total de recursos liberados hoje, R$ 7,5 milhões serão destinados para a revitalização da Avenida Tito Muffato, via que faz importante ligação entre a Av. Tancredo Neves e a região onde estão localizadas importantes instituições de ensino superior e com grande tráfego de veículos. “Essa é uma reivindicação antiga que em breve vamos atender, entregando à comunidade uma nova avenida, com toda a infraestrutura necessária para oferecer segurança a motoristas, ciclistas e pedestres”, comenta Paranhos.
Outro recurso no valor de R$ 1,015 milhão será investido no recape de diversas ruas do bairro Periollo onde atualmente existe a pavimentação poliédrica. São R$ 700 mil de uma emenda apresentada pelo deputado Adelino Ribeiro e o restante virá da contrapartida do município. Durante o evento o prefeito Paranhos destacou o bom momento vivido pelo Paraná num cenário nacional praticamente caótico. “Nosso Estado está na contramão do país, com investimentos em todas as áreas e auxiliando os municípios num momento em que o restante do país vive dias de extrema dificuldade”.
Jácomo Lunardelli
Paranhos também avalia como “muito positiva” a conversa que teve com o governador Beto Richa e com o chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, sobre a possibilidade de investimentos do Estado no hospital Jácomo Lunardelli, objeto de um decreto de desapropriação assinado na semana passada. “Informamos ao governo sobre o nosso decreto e dos objetivos de manter no local um hospital em condições de atender a população que hoje demanda leitos que não existem”, destacou. Ainda segundo Paranhos, agora é preciso avançar no sentido de viabilizar os recursos para desapropriação e na parceria com o governo para concretizar o projeto. “Retornamos otimistas de que o governo está sensibilizado com o problema e entende a importância desse projeto para a população de Cascavel”.

Acompanhe as informações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por :